APPACDM de Gaia, excelência com Certificado EQUASS

O auditório do Parque Biológico de Gaia encheu para assistir à entrega oficial à APPACDM de Gaia, do Certificado de Excelência EQUASS. A APPACDM de Gaia é a terceira organização no país a receber o certificado, integrando o restrito grupo de doze instituições na Europa com esta marca que reconhece as melhores práticas no sector.

A sessão contou com a presença do Vice-Presidente do Conselho de Administração de Águas e Parque Biológico de Gaia, Nuno Oliveira, com Dinis Mota, consultor Equass, com Amélia Traça, Vereadora da Acção Social da Câmara Municipal de Gaia e com a Secretária de Estado Adjunta e da Reabilitação, Idália Serrão. Mário Dias, Presidente da APPACDM de Gaia, abriu a sessão, relatando de forma breve a história das Associações Portuguesas de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental, com a APPACDM de Gaia a ser constituída em 1973. Hoje tem 87 colaboradores, investimentos previstos para o período de 2011-13 de 2,1 milhões de euros num lar residencial e num Centro de Actividades Ocupacionais (CAO) e cerca de 320 clientes.

Foi longo o caminho, mas esta instituição é pioneira no desenvolvimento em prol da qualidade dos serviços prestados. Em 2008 obteve a Certificação de Qualidade ISO 9001, tendo sido das primeiras organizações do terceiro sector em Portugal a consegui-la. Mário Dias disse que "foi uma tarefa difícil", mas a obtenção dessa certificação permitiu o desenvolvimento de novas metodologias na organização do trabalho e deu corpo a uma organização eficaz. Segundo o presidente, "isto veio a ter impacto nos resultados e no grau de satisfação das famílias e dos colaboradores, com percentagens superiores a 85%". Mostrando evidente orgulho na certificação EQUASS, Mário Dias esclareceu que "no processo continuaram a insistir na avaliação do desempenho organizacional, dando ênfase a questões com os Direitos, a Ética, a Liderança, as Parcerias, a Participação, a Orientação para o Cliente, a Abrangência, a Orientação para os Resultados e a Melhoria Contínua".

A APPACDM de Gaia seguiu-se ao CRPG - Centro de Reabilitação Profissional de Gaia, a primeira instituição social portuguesa a obter o nível de Excelência do EQUASS, em 2003 e 2006. A Fundação AFID Diferença, Fundação de Solidariedade Social obteve a Certificação de Qualidade EQUASS - Nível II - Excellence, em Outubro de 2007, nas valências de CAO - Centro de Actividades Ocupacionais, Lar Residencial e SAD - Serviço de Apoio Domiciliário.

Mário Dias reconheceu o profissionalismo da equipa que dirige, expressando publicamente "a gratidão a todos pelo empenho, dedicação e sacrifício pessoal e familiar de todos nos últimos anos".Deixou no ar duas questões, sobre como irão ser os acordos e se os apoios sociais irão ser reduzidos. E, para finalizar, ressaltou que estamos em tempo de dificuldades e de desafios e afirmou que as certificações deveriam ser motivo para discriminação positiva.

Idália Serrão concordou, na sua intervenção, afirmando que "deve existir discriminação positiva para estas instituições que são certificadas, mas a seu tempo, porque não podemos prejudicar as organizações que ainda não conseguiram". "Tenderemos, sim", explicou,"a majorar quem já deu estes passos". Relembrou ainda que se no início da legislatura tinham o compromisso de aumentar os CAO em 10%, e aumentaram em 33%. E explicou que "o Estado transfere 3,4 milhões de euros por dia para as IPSS", que um utente em CAO e Residência custa 1400 euros, e que os recursos têm que ser redistribuídos equitativamente.

Feliz por poder testemunhar o passo da APPACDM de Gaia, Idália Serrão partilhou com os presentes que "quem tem responsabilidade se realiza quando vê concretizadas as suas decisões". Reconheceu que as organizações ao serviço da deficiência têm "uma forma de pensar mais aberta" e admitiu que um trabalho focalizado nas pessoas foi o que as APPACDM sempre fizeram.